Baixar Favela – MC Ryan SP, MC Cebezinho, Mc Paiva ZS, MC Neguinho do Kaxeta (2022)

Favela - MC Ryan SP, MC Cebezinho, Mc Paiva ZS, MC Neguinho do Kaxeta (2022)

Informações

Artista / Banda: MC Ryan SP, MC Cebezinho, Mc Paiva ZS, MC Neguinho do Kaxeta (2022)
Nome da Música: Favela
Gênero Músical: Funk
Ano de Lançamento: 2022
Tamanho do Arquivo: 5 MB
Formato do Arquivo: Mp3
Qualidade: 320 kbps
País de Origem: Brasil
Idioma: Português

Download

Letra da Música

[MC Ryan SP]
Já vou ser breve com rimas leves
Tipo os pipas que enfeitam o céu
E a menorzada tá correndo alegre
Eu bato na tese
E a vida tá de cortante na mão
Pronta pra te cortar

Passou por mim um menorzão tocando um bode
Pequeninim, se pá não tinha nem uns 15
No bar da esquina tá rolando um pagode
O povo curte forte caso não tenha reprise

Eu subindo a ladeira
Trombei um velho coroa com a Bíblia na mão
Paz do Senhor, irmão
Quebrei a viela e vi uma cena que dilacerou meu coração
Amigos no plantão

Aqui é cada um correndo pelo aquilo que acredita
Uns na precisão e outros que se precipita
Pelo tal cifrão, os menorzão perde a vida
Uns na emoção e outros lutam por comida

Mas Deus
Acredito que ainda a estrela vai brilhar pros meu
Oh, Deus
Acredito que a estrela ainda vai brilhar pros meu

[MC IG]
No meio do mato, supostamente sequestrado
Na mão de uns covarde, sem sequer um baseado
Já subiu pra cuca e nóis assina o desacato
Com as corda de ouro, deixa eles assustado

Mas quando a necessidade batia lá na minha porta
E a janela pro neguinho era o funk
O brilho vem de berço
E na quebrada o dinheiro não nos compra
Nóis que compra os diamante

Joga a bola jogador, disse meu irmão
Vagabundo e bom cantor se tem disposição
O Gordinho me chamou e o IG passa a visão

Favela, ô, favela
Traz o kunk, põe fogo na vela
Peço a paz e menos opressão nos beco e viela

Favela, ô, favela
Traz o kunk, põe fogo na vela
Peço a paz e menos opressão

[MC Cebezinho]
Os quebrada já vem do gueto programado pra morrer
Com sangue nos zói, cheio de vontade de vencer
Cotidiano é várias luta, uma pá de labuta
Entra na viela, o menorzão tá a la vontê

Mas nóis mandar marcha, fiote não para
Independentemente se as levada da vida tá meio pesada
Amanheceu, eu vou pegar meu bonde cedo
Passarinho que madruga vai beber água primeiro

Ô, seu doutor, eu sei que eu vou
Vou fazer minha cota, aproveitar que o Sol raiou
Ô, seu doutor, eu sei que eu vou
Portanto, num pensar, não imagina que nóis parou

Ô, seu doutor, eu sei que eu vou
Vou fazer minha cota, aproveitar que o Sol raiou
Ô, seu doutor, eu sei que eu vou
Portanto, num pensar, não imagina que nóis parou

[MC Kadu]
Aliado
Pensei em colar, te dá um salve
Ou pra te dá um abraço
Perguntar de como cê tá, meu aliado

O corre é forte, sem contar com a sorte
Que hoje em dia tá escasso
Então, me fala aí, aliado

Até parece que foi ontem
Nóis cheio de bala no braço
Cheio de ódio dos homem
Nóis debatendo com o sistema, com medo da fome
Deteriorando nessa selva de pedra dos homem

Que se ficar o bicho pega, se correr ele come
E nem vem pá, se não me liga e meu nome não é Jhonny
Mas se ficar o bicho pega, se correr ele come
E nem vem pá, se não me liga e meu nome não é Jhonny

Para pra ver
Para pra aprender
Para pra saber
Faz o que tem pra fazer
Errado é cê achar que cê só vai vencer
Errado é cê pensar que cê só vai vencer

Oh, para pra ver
Para pra aprender
Para pra saber
Faz o que tem pra fazer
Errado é cê achar que cê só vai vencer
Errado é cê pensar que cê só vai vencer

[MC Paiva]
Deságua toda maldade que trama contra mim
Propaga a paz, esquece a guerra porque não tem fim
E eu sei que o bem e o mal é antigo, igual ao latim
A inveja mata, isso é claro, a prova é Abel e Caim

Mas, calma, nossa história tem um final feliz
Iguala todas as raça e une todo os país
Eu sei o que é meu por direito, direto e reto
Não importa, quero mudança e não na minha pele cicatriz

Homem de farda não nos intimida
Favela é tipo Al-Qaeda, vários menor terrorista
Sem medo, sem tempo a perder, o karma existe, é claro
Não queira pagar pra ver

Se existe tanta coisa nessa vida
Por que não existe a cura da fome no mundo?
Mas eu entrego nas suas mãos, Senhor
Me livre dessa maldade
Eu sei que Cê é o dono de tudo

[MC Neguinho do Kaxeta]
E o microfone nas mãos certas faz milhão
E a tal da tinha da caneta falta não
Porém, vejo faltando a uns percepção
Que antes de pensar nas notas vem o coração

Alguns trechos da minha vida trouxe mudanças de vida
Rabiscados numa simples folha de papel
Se pá, por cantar verdades diariamente vividas
Estampidos trouxe agora o sabor do fel

Oh, Pai, me livre e guarde dos covardes
Que sujam a bandeira propagando o mal
Emocionados trazem inverdades
Meus versos é rasteira nesses desleal

Critica a nossa cultura funk na intenção de hype
Ai que pela saco, é fato que tu tá de toca
Nóis sempre foi suor e sangue, versando a realidade
Veio um tal de Lord e pá, defeca pela boca

Oh, Pai, me livre e guarde dos covardes
Que sujam a bandeira propagando o mal
Emocionados trazem inverdades
Meus versos é rasteira nesses desleal

VideoClipe

Baixar Também